Sabores da cerveja

Como apreciar uma cerveja

Ao bebermos uma cerveja podemos saboreá-la tendo por base duas perspetivas diferentes:

  • Por um lado, adotando uma atitude mais descontraída e casual, podemos assumi-la como uma bebida refrescante ou como um bom acompanhamento de um prato de tremoços ou de uma qualquer refeição mais condimentada.
  • A outra forma leva-nos a escolhermos a cerveja consoante o nosso gosto, o momento, a refeição ou até as condições climatéricas que se façam sentir. De facto, também as qualidades das cervejas devem ser apreciadas e saboreadas uma vez que muitas são o resultado de anos de pesquisa e aperfeiçoamento, autênticas obras de arte!

A escolha do copo certo

A forma e a profundidade do copo pode afetar não só a perceção que temos dos aromas como também a qualidade geral de uma cerveja. Para escolher o copo mais adequado deixamos-lhe algumas sugestões:

Rótulo

Consulte o rótulo da cerveja, tal como acontece com a temperatura existem muitos rótulos que trazem a indicação de qual o formato de copo adequado a uma correta degustação.

Limpeza

Assegure-se de que o copo não contém pó ou sujidade, os quais podem alterar o sabor da bebida ou degradar a formação da espuma, prejudicando assim a aparência global.

Resíduos

Evite resíduos de gordura no copo pois são nefastos para um correto desenvolvimento da carbonatação da cerveja potenciando, por exemplo, que a espuma colapse com maior rapidez.

A fase da degustação

Chega-se assim à fase mais importante (e desejada!) deste longo processo de apreciar uma cerveja: a prova. Dê um primeiro golo e deixe o líquido vaguear pela sua boca, fazendo com que ele entre em contacto com diversas partes da sua língua, sensíveis a diferentes fatores (salgado, doce, ácido, amargo). Respire enquanto tem a bebida na boca, para o ajudar a sentir os aromas.
Depois de engolir, verifique qual o sabor que mais se destacou, seja ele forte ou fraco, persistente ou efémero. Curiosamente, este sabor final é muitas das vezes substancialmente diferente do sabor que sentimos quando tínhamos o líquido na boca e, de facto, não é menos importante do que este, pois quando acabarmos a cerveja será esta a recordação com que iremos ficar.

Quando se começa a avaliar cervejas de um modo mais sistemático, há vários aspetos que devemos ter em consideração:

EVITE

  • Não se deixe influenciar por outras opiniões quando a avalia pois verá que a opinião poucas vezes é unânime, sendo que essa falta de consenso acontece mesmo entre júris bastante conceituados e com larga experiência.
  • Evite ir com ideias pré-concebidas para uma sessão de degustação.
  • Evite estar num sítio com muito fumo.
  • No caso de ter fumado recentemente, é preferível fazer a avaliação num outro dia pois o tabaco altera e muito o sabor.
  • Refeições picantes são inibidoras de uma análise completa e adequada.
  • Evite comidas salgadas ou gordurosas pois podem alterar o seu paladar.

CERTIFIQUE-SE

  • Certifique-se que tem os seus sentidos totalmente operacionais: constipações, língua queimada (devido a ter-se comido algo quente)
  • Tente andar com um papel e um lápis pequeno, onde possa escrever as principais características que encontrou em cada cerveja.

ATENÇÃO

  • Experimentar muitas cervejas seguidas prejudica uma avaliação correta e isenta. É por esse motivo que não é uma boa ideia avaliar cervejas em festivais dedicados a esta bebida. Na maior parte das vezes as amostras são pequenas, os copos e o modo de servir não são os adequados e o consumo consecutivo não deixa fazer uma avaliação exata.
  • Se quiser experimentar mais de duas cervejas, é aconselhável limpar o palato. Tenha consigo um copo com água ou bolachas do género cream cracker, que o ajudam nesta tarefa e também o auxiliam para que não fique inebriado.

receitas deliciosas

Almôndegas com cerveja preta

30min
Easy

Arroz com cerveja

30min
Easy

Bife com cerveja

30min
Easy